Provedoria da Santa Casa anuncia empresa para ajudar na administração do Hospital

stração do Hospital.

Com sede em Ribeirão Preto, a Gesti é focada em gestão e solução em saúde, tendo atualmente uma gama de clientes espalhados pelo País, que abrange hospitais públicos, particulares, filantrópicos, clínicas e serviços de diagnóstico. O trabalho da empresa é focado em gestão de equipe médica, consultoria, assessoria e aplicação de cursos em gestão.

Para o provedor da Santa Casa, Fanio de Souza Santos, a contratação da empresa foi a melhor solução encontrada pela Provedoria. “Além de diminuirmos os impostos com a contratação de uma pessoa jurídica, que também não requer custos com 13º salário, o acordo com a Gesti vem trazer competência e capacidade técnica, com especialistas em diversas áreas do Hospital, uma vez que é difícil encontrar uma pessoa que domine sozinho os conhecimentos necessários para todos os setores. Agora teremos um grupo de pessoas onde cada um tem sua especialidade e competência para cada área, que nos permitirá resolver vários setores ao mesmo tempo, sem acúmulo de função. Em 2017 muitas pessoas passaram pela administração, mas nenhuma se fixou, então resolvemos inovar”, explicou o provedor.

O contrato com a Gesti Soluções foi firmado por apenas seis meses, período de atuação da atual provedoria, podendo ser prorrogado. “O ideal seria um tempo maior, mas não é minha intenção deixar qualquer tipo de herança para uma nova provedoria, mesmo que seja produtiva para a Instituição. Neste primeiro momento a empresa fará um diagnóstico da Santa Casa para, em seguida, iniciar a execução dos trabalhos e deixar o Hospital em boas condições, deixando aqui alguém capacitado para continuar o trabalho deles. A expectativa é colocar em prática muitas das ideias que tínhamos e desta vez os trabalhos serão mais duradouros e com mais comprometimento”, disse Fanio.

O coordenador de projetos da Gesti Soluções, Luis Santin, ressalta que a empresa foi contratada para ajudar na gestão geral do Hospital e propor melhorias nos processos administrativos, financeiros e assistenciais. “Faremos um diagnóstico para entendermos a situação da Santa Casa e assim propormos um plano de ação para os próximos meses que priorizará sempre o resultado financeiro, com redução de custos e aumento de receita. Em três meses será possível perceber os resultados”, analisou Santin.

Para finalizar, o coordenador falou sobre a primeira impressão que teve da Santa Casa. “Percebi competência técnica, comprovada com o recente atendimento às vítimas do acidente com o micro-ônibus na serra. A ação me surpreendeu e foi muito elogiada. A gestão atual quer profissionalizar e fazer um trabalho para que a comunidade usufrua mais do Hospital. Sabemos que os problemas existem, mas vamos tentar ajudá-los nesse sentido”, concluiu Santin.



Acesse o Resultado de seus Exames
Clique aqui!
Acesse a Santa Casa de Ubatuba no CNES - Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde

Últimas Notícias

Em dois meses Santa Casa de Ubatuba realiza 160 “Testes da Orelhinha”

Santa Casa quer saber a avaliação do paciente sobre o atendimento recebido

Parceria entre Santa Casa e Secretaria de Saúde viabiliza atendimento odontológico para pacientes com necessidades especiais

Equipe da cozinha da Santa Casa passa por treinamento

Deputado Padre Afonso visita a Santa Casa de Ubatuba

Santa Casa reestrutura atendimento de convênio e particular

Veja Notícias
  
x